França deixa de comparticipar “novas” pílulas devido a riscos de saúde

A França decidiu retirar a comparticipação na compra de pílulas contraceptivas de terceira e quarta geração face aos elevados riscos para a saúde. A polêmica surgiu após a Bayer ter sido condenada devido aos efeitos secundários da pílula e levou já as autoridades francesas de saúde e pedirem aos médicos que restrinjam a prescrição. O Ministério da Saúde Francês anunciou que decidiu antecipar para o próximo dia 31 de … Continuar lendo França deixa de comparticipar “novas” pílulas devido a riscos de saúde

Mães rebeldes: manifesto para um novo feminismo

Por Diego Contreras Essa é a proposta que a norueguesa Janne Haaland Matlary faz no seu livro Il Tempo della Fioritura. Sul un nuovo femminismo (Mondadori, Milão, 1999). Para lançar um raciocínio aparentemente tão simples, é preciso ter um currículo acima de qualquer suspeita. Do contrário, não faltarão pessoas para dizer que, no fundo, o que se quer é voltar a prender a mulher na cozinha. Janne … Continuar lendo Mães rebeldes: manifesto para um novo feminismo

A dignidade e a valorização da mulher

  Por Maria da Ascenção Ferreira Apolônia Em janeiro [de 2003] entrou em vigor no Brasil o novo código de Direito Civil, que busca fortalecer a participação da família: pai e mãe na responsabilidade conjunta de educar os filhos, quando a unidade garantida pelo casamento se desfez. Neste momento, em que a sociedade brasileira é convidada a refletir sobre os avanços ou retrocessos do novo … Continuar lendo A dignidade e a valorização da mulher

Uma modesta proposta

Por Carlos Ramalhete Pouco se noticiou no Brasil sobre as gigantescas manifestações que pararam toda a França, contando com centenas de milhares de pessoas, contra o projeto local de “casamento gay”. Aqui esse tipo de coisa não acontece, porque ninguém leva muito a sério essa coisa de lei, de papel, de cartório. A oposição silenciosa à ideia de que o casamento seria uma espécie de … Continuar lendo Uma modesta proposta