Namoradinhos

Por Carlos Ramalhete Poucas coisas me comovem mais que ver um casal de namoradinhos andando na rua de mãos dadas. O mundo, para eles, não existe: existe o outro, existe o sorriso, a mão, o olhar, as palavras sem sentido denotativo, mas com valor infinito pelo amor que conotam. A cada geração a mesma mágica se repete; afinal, é dela que vêm as novas gerações. … Continuar lendo Namoradinhos